Críticas


HOMEM QUE GRITA, UM

De: MAHAMAT-SALEH HAROUN
Com: YOUSSOUF DJAORO, DIOUCOUNDA KOMA
19.11.2010
Por Carlos Alberto Mattos
PAPA ÁFRICA

Sem acesso ao mar, o Chade é um dos países mais isolados da África, e por isso costuma ser chamado de “coração morto” do continente. Essa característica geográfica é importante para compreendermos o valor da água em Um Homem que Grita. O filme começa e termina na água, com pai e filho confrontados numa situação primeiro lúdica e depois trágica.



O pai, Adam (Youssouf Djaoro), é um orgulhoso ex-campeão de natação que trabalha como salva-vidas na piscina de um hotel chique de N

Voltar
Compartilhe
Deixe seu comentário