Críticas


MOSTRA DE SP: LANCE DE SORTE

De: NEIL JORDAN
Com: NICK NOLTE, NUTSA KUKHIANIDZE, TCHÉKY KARYO, EMIR KUSTURICA
17.10.2003
Por João Mattos
UM ASSALTO DECEPCIONANTE

Ao encarar o mitológico subgênero do filme de assalto neste Lance de Sorte, o irlandês Neil Jordan, autor de vários filmes ótimos e de obras primorosas como A Companhia dos Lobos, Mona Lisa e Fim de Caso, assina o segundo filme menos relevante de sua bela carreira. Se não é ruim de verdade como o terror Premonição, esta refilmagem livre do francês Bob, Le Flambeur, de Jean-Pierre Melville, decepciona em diversas instâncias: como refilmagem, como filme de assalto, como exercício estético (um despojamento falso, por demais maneirista, com irritante repetição de congelamento de planos ao fim de algumas cenas), e como obra sobre personagens marginalizados e o submundo, vinda de quem fez Mona Lisa.



Mostrando os estratagemas de um golpe bolado por um criminoso veterano (Nick Nolte, em momento infeliz), Lance de Sorte oscila entre a mescla ou o uso alternado de duas das variáveis mais constantes do filme de assalto, que são o assalto de charme, na qual a mecânica dos planos de ação é o motor narrativo (e até psicológico), e o assalto trágico, tentativa de dar um maior estofo dramático, com foros de tragédia, às personagens. No primeiro aspecto é dispersivo e nada cativante, e no segundo, o ladrão de Nolte nunca consegue alcançar uma densidade real pelas situações que efetivamente vive (como o acorrentamento voluntário à cama para fugir da bebida e das drogas, uma situação cuja dramaticidade é anulada pela encenação), ou sugere ter vivido . Sobram algumas cenas razoáveis e as boas atuações de coadjuvantes como Tchéky Karyo e Said Taghmaoui. O primeiro faz um policial que tem dívida de gratidão com o ladrão, e o segundo, um jovem criminoso irritadiço.



# LANCE DE SORTE (The Good Thief)

Inglaterra, França, Canadá, Irlanda, 2002

Direção: NEIL JORDAN

Elenco: NICK NOLTE, NUTSA KUKHIANIDZE, TCHÉKY KARYO, EMIR KUSTURICA

Duração: 108 minutos

Voltar
Compartilhe
Deixe seu comentário