Críticas


APENAS UM BEIJO

De: KEN LOACH
Com: ATTA YAQUB, EVA BIRTHISTLE
27.12.2005
Por Carlos Alberto Mattos
ROMEU E JULIETA TRANSCULTURAL

Casamentos arranjados e paixões coibidas por instituições tirânicas são a matéria usual de filmes indianos. Mas não são exclusividade de culturas asiáticas. Em Apenas um Beijo, Ken Loach empresta sua griffe engajada à demonstração de que uma sociedade “moderna” como a escocesa está tão sujeita a condicionamentos do gênero quanto, por exemplo, a paquistanesa. O filme tenta conciliar uma história romântica com uma análise de preconceitos.



Na cena de abertura, a jovem Tahara faz um inflamado discurso contra a homogeneização do Islã e a definição de terrorismo na mentalidade ocidental. É a senha para que o público receba esse “Romeu e Julieta” transcultural como uma argumentação política. Mesmo quando mostra um casal fazendo sexo oral, Ken Loach está, no fundo, falando de imigração, assimilação e rompimento de barreiras.



Estamos em Glasgow, capital do conservadorismo na Escócia. O jovem DJ Casim Khan (Atta Yaqub), como bom filho de família “paqui” emigrada, deverá se casar com a prima Jasmine, muçulmana e de origem “garantida”. Mas ele se apaixona pela lourinha Roisin Hanlon (Eva Birthistle), professora de música numa escola católica e separada do marido. A partir daí, a trama evolui da maneira mais convencional possível, com a intolerância igualmente repartida entre os dois lados. Casim tem de enfrentar a furiosa rejeição da família, enquanto Roisin vai topar com a intransigência dos padres e o risco de perder o emprego.



Por mais que tentasse equilibrar os ponteiros de sua crítica, o roteirista Paul Laverty (o mesmo de todos os filmes de Ken Loach desde A Canção de Carla) não conseguiu evitar a mão pesada na exposição dos conflitos. O crescimento do medo europeu e da autodefesa islâmica após o 11 de setembro não justifica os estereótipos com que é retratada, sobretudo, a família de Casim. Loach também está distante dos seus melhores dias, lidando com atores limitados e mostrando-se pouco à vontade no gênero da comédia romântica. Este talvez seja o filme mais ligeiro de sua carreira, e também um dos menos satisfatórios.





# APENAS UM BEIJO (AE FOND KISS)

Inglaterra/Bélgica/Alemanha/Itália/Espanha, 2004

Direção:
KEN LOACH

Roteiro: PAUL LAVERTY

Fotografia: BARRY ACKROYD

Montagem: JONATHAN MORRIS

Música: GEORGE FENTON

Elenco: ATTA YAQUB, EVA BIRTHISTLE, SHAMSHAD AKHTAR, GHIZALA AVAN, SHABANA BAKHSH

Voltar
Compartilhe
Deixe seu comentário