Especiais

elle e saul criticos

MELHORES DE 2016

12.01.2017
Por Críticos.com.br
"Elle" e "O Filho de Saul" foram os mais citados por oito colaboradores do Críticos.com.br

Oito colaboradores do nosso site citaram suas preferências em relação aos filmes lançados no Rio entre a primeira semana de janeiro e a última de dezembro. Em oito listas de "dez mais", 47 filmes foram lembrados. Os dez mais mencionados estão listados abaixo, em ordem alfabética por empate. Em seguida, as listas individuais.

Com cinco menções:

ELLE, de Paul Verhoeven e O FILHO DE SAUL, de László Nemes

Apareceram em quatro listas:

BELOS SONHOS, de Marco Bellochio e CAVALO DE TURIN, de Béla Tarr

Mencionados por três críticos:

O ABRAÇO DA SERPENTE, de Ciro Torres

ANOMALISA, de Duke Johnson, Charlie Kaufman

AQUARIUS, de Kleber Mendonça Filho

CAFÉ SOCIETY, de Woody Allen

CERTO AGORA, ERRADO ANTES, de Hong Sang-soo

AS MONTANHAS SE SEPARAM, de Jia Zhangke

NA VENTANIA, de Martti Helde



AS LISTAS INDIVIDUAIS:

CARLOS ALBERTO MATTOS

Uma História de Loucura – Robert Guédiguian

Na Ventania – Martti Helde

O Cavalo de Turim – Béla Tarr

Elle – Paul Verhoeven

Boi Neon – Gabriel Mascaro

O Mestre e o Divino – Tiago Campos

Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil – Belisário Franca

Cinema Novo – Eryk Rocha

Aquarius – Kleber Mendonça Filho

Cícero Dias, o Compadre de Picasso – Vladimir Carvalho



DANIEL SCHENKER (ordem alfabética):

O abraço da serpente, de Ciro Guera

Anomalisa, de Charlie Kaufman e Duke Johnson

Asterix e o domínio dos deuses, de Alexandre Astier e Louis Clichy

Os campos voltarão, de Ermanno Olmi

O cavalo de Turim, de Béla Tarr

O décimo homem, de Daniel Burman

Ela volta na quinta, de André Novais Oliveira

Filho de Saul, de László Nemes

Para minha amada morta, de Aly Muritiba

Na ventania, de Martti Helde



HAMILTON ROSA Jr.

1- Elle, Paul Verhoeven

2- A Assassina, Hou Hsiao-Hsien

3- Cemitério do Esplendor, Apichatpong Weerasethakul

4- Sieranevada, Cristi Puiu

5- As Montanhas se Separam, Jia Zhang-Ke

6- Certo Agora, Errado Antes, Hong Sang-soo

7 - A Chegada, Denis Villeneuve

8- Belos Sonhos, Marco Bellocchio

9- O Abraço da Serpente, Ciro Guerra

10- Aquarius, Kleber Mendonça Filho



JOÃO DE OLIVEIRA (por ordem de lançamento)

Spotlight - Segredos revelados [Spotlight, Estados Unidos, 2015], de Thomas McCarthy.

O cavalo de Turim [A torinói ló, Hungria, 2011], de Béla Tarr, Ágnes Hranitzky.

O filho de Saul [Saul Fia, Hungria, 2015], de László Nemes.

O abraço da serpente [El Abrazo de la Serpiente, Colômbia, 2015], de Ciro Guerra.

Quanto tempo o tempo tem [Quanto tempo o tempo tem, Brasil, 2015], de Adriana L. Dutra.

As montanhas se separam [Mountains May Depart, China, França, 2015], de Jia Zhangke.

Aquarius [Brasil, França, 2016], de Kleber Mendonça Filho.

Demônio de neon [The neon demon, Estados Unidos, França, Dinamarca, 2016], de Nicolas Winding Refn.

Elle [Elle, França, Alemanha, 2015], de Paul Verhoeven.

É apenas o fim do mundo [Juste la fin du monde, Canadá, França, 2016], de Xavier Dolan.



LUIZ FERNANDO GALLEGO

O FILHO DE SAUL , de László Nemes

CAFÉ SOCIETY, de Woody Allen

O QUE ESTÁ POR VIR, de Mia Hansen-Love

NERUDA, de Pablo Larraín

A PASSAGEIRA de Salvador del Solar

AS MONTANHAS SE SEPARAM, de Jia Zhangke

BELOS SONHOS, de Marco Bellochio

MAIS FORTE QUE BOMBAS de Joachim Trier

CERTO AGORA, ERRADO ANTES , de Hong Sang-soo

PARA O OUTRO LADO de Kiyoshi Kurosawa



MARCELO JANOT (Em ordem alfabética)

BELOS SONHOS, de Marco Bellocchio

O BOTÃO DE PÉROLA, de Patricio Guzmán

CAROL, de Todd Haynes

ELLE, de Paul Verhoeven

O FILHO DE SAUL, de Nemes Laszló

JOVENS LOUCOS E MAIS REBELDES, de Richard Linklater

MÃE SÓ HÁ UMA, de Anna Muylaert

OS OITO ODIADOS, de Quentin Tarantino

O QUE ESTÁ POR VIR, de Mia Hansen-Love

WHITE GOD, de Kornel Mundruczó

(Melhor filme de 2016 lançado diretamente nas plataformas digitais: DESTINO ESPECIAL (MIDNIGHT SPECIAL), de Jeff Nichols)

(Melhor filme de 2016 ainda inédito no Brasil: NOCTURAMA, de Bertand Bonello)



OCTAVIO CARUSO

- A Chegada

- Elle

- O Quarto de Jack

- Carol

- A Assassina

- Snowden - Herói ou Traidor

- A Bruxa

- Mãe Só Há Uma

- Café Society

- Coração de Cachorro



SUSANA SCHILD

Certo agora, errado antes

Belos sonhos

O filho de Saul

O cavalo de Turim

BR 716

Desajustados

A passageira

Anomalisa

Café Society







Voltar
Compartilhe
Deixe seu comentário



Outros comentários
    4497
  • marcio guedes
    18.01.2017 às 10:18

    as listas foram em geral boas e bem abrangentes talvez com exagerada menção de filmes orientais e menor benevolência com o fraco cinema brasileiro. As indicações para Elle foram merecidas assim como o Globo de Ouro para o filme e a grande Isabelle Huppert. A critica geralmente boa Susana Child fo injusta ao detonar Elle talvez por nã aceitarf um peronagem não exatamente feminista do persnagem principal. La La Land é obra prima e não deve ser comparadfo com musicais antigos.. Aliás,ele é melhor do que muitos deles. Como brincadeira minha lista de dez mais, destacando o melhor do ano lançado em 29 de dezembro Animais Noturnos 1) Animais Noturnos 2)Spotlight 3)Filho de Saul 4) Elle 5)Cafe Society 6) Julieta 7)Quarto de Jack 8)Na venttania 9)Boa noite,mamãe 10) A juventude., Mençoes honrosas a Anomalisa, Mogli, Francofonia, Tumbo Coração de Cachorro Os oito odiados.